10.7.09

Indignar-se é preciso (3)

Preso em flagrante, o advogado Paulo Eduardo Veratti, 22 anos, atropelou quatro pessoas na madrugada desta quinta-feira em Jaú, interior do Estado de São Paulo. Duas delas morreram e uma terceira estava internada em coma na Santa Casa da Cidade, informou o site do jornal Bom Dia.

Veratti, 22 anos, aparentava embriaguez, segundo relatos, e foi preso em flagrante por homicídio culposo depois de sair de uma festa e perder o controle de seu Honda Civic 2008. Ele acabou se chocando contra um automóvel Gol e assim atropelou as quatro pessoas.

O advogado se recusou a fazer exame de sangue para verificar se estava alcoolizado depois do incidente na avenida Izaltino do Amaral Carvalho, em um bairro nobre de Jaú, por volta das 3h30.

Ele já foi liberado depois de pagamento de fiança de R$ 1.200 e xingou as pessoas que queriam linchá-lo. "Tenho dinheiro e isso aqui não vai dar em nada", teria dito ele à polícia.

Morreram Natan Jonas Badim, 18, e Heikson Gustavo Franco da Silva, 17. A vítima em coma não foi identificada porque estava sem documentos. O quarto atropelado, André Felipe, de 20 anos, passa bem.

fonte: UOL

faltam-me palavras, sobram palavrões...

3 comentários:

Tatiane disse...

É o nosso Brasil...infelizmente funciana assim mesmo. Quanto vale uma vida? E ainda tem pessoas que contratam esse cidadão. Isto é uma vergonha!

Eliete disse...

tenho vergonha desta lei imunda, e qto a esse advogado de m..., pesquisem não é a primeira vez que comete esse absurdo, ele já se envolveu em acidente na r quintino bocaiuva aqui em jau, e esta achando que não vai dar em nada novamente, infelizmente eu tenho que concordar com ele, pois no brasil quem pode pode, Deus ampare as famílias que ficaram com sede de Justiça.

berna disse...

Infelizmente, este meu Brasil, ainda é o pais da impunidade.Isto é uma vergonha.

Blog Widget by LinkWithin