28.7.09

Segura na mão de Deus (6)

Logo após se desentender com Vanderlei Luxemburgo durante o jogo contra o Flamengo, o volante Roberto Brum declarou em um programa de televisão que está sendo perseguido em Santos.

O jogador não gostou de ler em um blog na internet que o vidente Robério de Ogum teria dito que ele estaria influenciando o time com uma liderança negativa. E questionou a veracidade das afirmações.

Nesta segunda-feira, ao LANCENET! , Robério, que já trabalhou por muito tempo com Luxemburgo, confirmou ter feito previsões sobre um futuro ruim do Santos com a manutenção de "Roberto Brum e sua patotinha", como se referiu aos amigos do atleta. Ele diz que o jogador vive um momento conturbado espiritualmente, e até relacionou a discussão com Luxemburgo no jogo de domingo com essa fase.

– O Roberto Brum tende a ser líder, mas não é. E por querer ser atrapalha o grupo. Se o Vanderlei quiser ser campeão, ele vai ter de fazer uma limpa nessa patota. Quando a pessoa está perturbada espiritualmente isso (discussão) realmente acontece. Que culpa eu tenho de saber que isso iria acontecer? – questiona Robério de Ogum.

– Não tenho nada contra ele, só estou falando espiritualmente da situação que ele vive. Em nenhum momento falei do homem Roberto Brum. Acho que ele deve se proteger, se cuidar e continuar a carreira dele. Que fique claro que não tenho nada contra religião alguma. Fui casado com uma evangélica. Hoje, acredito que todas as religiões são boas. Não tomei um café com ele pois não tivemos oportunidade, mas um dia teremos – completa.

O vidente garante não ter passado suas previsões ao técnico Vanderlei Luxemburgo, o que poderia ter influenciado na discussão com Brum durante o jogo. Robério de Ogum afirma que já não faz mais trabalhos com o técnico há algum tempo, embora admita que os dois continuam muito amigos.

– Eu não conversei com o Luxemburgo sobre isso e creio que ele nem sabia dessa previsão. Eu nunca faria uma coisa dessas. Se algo vier a acontecer, não vai ser por minha causa. Se eu bem conheço o Vanderlei, e tenho certeza que sim, ele é um pai para os jogadores. Não acredito que essa briga entre eles venha a afetar o clima entre os dois - diz Robério.

Na entrevista que concedeu a um programa de televisão, Brum se disse perseguido e prometeu acionar seus advogados caso as acusações e ameaças, segundo ele, não parem. E concluiu assim:

- Se meus advogados não resolverem, Deus resolve. A mão dele é a mais forte de todo mundo.

Robério, ao tomar conhecimento da frase, rebateu:

- Com certeza a mão de deus é a mais forte de todas, pois cobre a cabeça de todos os seres humanos. O Roberto Brum precisa que a mão de Deus o cubra nesse momento, para que ele pare de falar o nome de Jesus toda hora. Se Deus é justo, e ele é, não vai cometer nenhuma injustiça só para massagear o ego do Roberto Brum - finaliza o vidente.

fonte: Lancenet
colaboração: Hellen Taynan e Tom Fernandes

4 comentários:

Joelson Gomes disse...

Olá Pava, publiquei matéria sobre o tema. Olha lá.

http://gracaplena.blogspot.com/2009/07/roberto-brum-e-wanderley-luxembugo-ou.html

Abraços

Ovidio disse...

Tem crentes que usam Deus como guarda-costas. É o que eu chamo de síndrome de umbigo do mundo. Tudo gira ao redor deles, até Deus. Que pena que essa é a maioria dos evangélicos do país.

Charles A. Müller disse...

Não sou ligado em futubol e não conheço este nome, Roberto Brum, muito menos quero julgá-lo.
Se ele errou como jogador de futebol deve levar seu amarelo e ser punido pelas regras do futebol.
Agora, acho estranho esta ligação do técnico com o pai de "santo". Mais estranhas essas previsões de que este ou aquele jogador sejam prejudiciais ao time, que justamente a "sua patotinha" se reunia para orar na concentração. Ah, claro, oração e nome de Deus incomodam ao homem de Ogum.
Se o jogador errou devemos orar para que seja exortado com amor. Se ele sofre real perseguição, é justo que se defenda publicamente de ameaças públicas (que envolveram seu nome) e testemunhe publicamente sobre qual senhor serve (basta um mínimo de conhecimento bíblico para sabermos a que senhor o Robério de Ogum serve). Brum não disse nada a mais que Davi disse no Salmo 35.
Sempre me pergunto "qual é a desse blog?"
Querem agora aplaudir o pai de "santo"?

André disse...

Quantos jogadores entram em campo e, estupidamente, se ajoelham e "oram" em campo? Eles pensam que Deus vai preferir a ele do que a seus outros filhos do time adversário???? São idiotas e esdrúxulos!!!

Blog Widget by LinkWithin