29.7.09

Usa-me, Senhor?!

Em Poços de Caldas havia um programa na TV local chamado “Cena Gospel”, cujo conteúdo era composto por pegadinhas como, por exemplo, acordar pessoas em suas casas (tal qual o “Domingo Legal”), dentre outras coisas que (nem sempre) engrandecem o nome precioso do SENHOR...

Outro dia tive a infelicidade de ver nesse programa uma entrevista com a vocalista de um conjunto chamado “Axé Blond”. Quase nua, ela dizia que, apesar de cantar pornografia, é evangélica e entre uma dança e outra, canta um “louvor”... Tudo com a plena aprovação de seu querido pastor!

E, por falar em "quase nua", em novembro de 2008 foi registrado um verdadeiro "testemunho de fé": uma concorrente do "V Mister Aço", em Volta Redonda, fez uma opção completamente equivocada ao escolher a trilha sonora para sua apresentação individual... assistam e reflitam:

Profundamente evangelístico, não? Quando ela se vira de costas e tremelica o traseiro entra a voz da cantora: "Usa-meeeee"... tenho muito medo do tipo de sugestão de uso que é dada por essa cena!

O fisiculturismo, assim como a dança, não é pecado. O problema é que as pessoas não têm mais noção do que deveria ser sagrado e do que deveria ser apenas secular...

fonte: O Absurdário Gospel de Teóphilo Noturno de Este Mundo Jaz no Maligno [via Genizah]

Fiquei imaginando strippers "evangélicas" aderindo à moda! Já pensou numa dessas fazendo pole dance ao som de "Solta o cabo da nau"? Ou seria "Solta o cano"? rs

7 comentários:

Sandro Wagner disse...

"Solta o cabo da nau" tem uma versão com coreografia!
Seria a Nau com gestos?

Trocadalho do Carilho!!!!

Joseph Smith disse...

Pelo menos a mina é gostosaaaaaaaa! Ahhh Senhorrrrrr!!! Como eu gosto desta Nova Safra de crentes!

Anônimo disse...

Já usei muitos argumentos para demonstrar que os ditos "evangélicos" não são todos "farinha do mesmo saco".
Porém, atualmente, diante de tantos absurdos e incoerências, eu venho afirmando o seguinte:
"pelos frutos se conhece a árvore".
Que o Senhor permita que os nossos frutos sejam melhores...
Monica

Anônimo disse...

sinceramente achei ridiculo..fiquei até com vergonha alheia... mas não sei se é pra condenar a pessoa assim... pensem: se fosse um skatista usando uma musica de louvor na sua performance com certeza nao iria gerar criticas como esta.... já só porque envolve o corpo da mulher.. que não está rebolando nem abusando da sua sensualidade de forma anti-cristã... aí fica todo mundo revoltado! Não existe divisão entre sagrado e secular! Tudo o que fazemos deve ser para a glória Dele!

Alex disse...

Se existe sagrado ou secular não vou discutir, mas pelo menos bom senso teria q existir.

Existem vários policiais evangélicos. Seria de bom senso, coerente, que após uma troca de tiros um policial q matou um bandido em legítima defesa, sair cantando "usa-me"?

Ué...Assim como a profissão dela é fisiculturismo, a do exemplo acima é policial.

Se ela pode usar música gospel no "exercício do dever", pq ele não poderia?

Sabe pq não? Por uma questão de bom senso, coerência, e pq há tempo p/ tudo.

Não é pecado nenhum ser fisiculturista, mas tem momentos q a pregação tem q ser feita com a vida, e não colocando música gospel em tudo o q vc faz.


É a minha opinião.

Abços ^^

Valmir Nascimento disse...

Muito boa!! Que benção!! kkk

Ketlin Cristine disse...

são essas tais que envergonha o evangelhom não fico com vergonha de ser evangélica mas sim de ter que chama-la de irmã, sinto muitomas essa moça ainda não se converteu e sim se convenceu...hoje em dia os artistas se dizem evangélicos porque dá ibope, que Deus tenha misericóridia dessas vidas.

Blog Widget by LinkWithin