12.8.09

Deus pegou no meu bilau!


É lógico que você ficou escandalizado com o título desse artigo, não era para ser diferente, você é um brasileiro que cresceu com toda cultura e tradição católica latino americana onde os órgãos sexuais são as partes sujas e vergonhosas do corpo humano.

Mas não é assim que Deus vê e nem que a bíblia fala do seu e do meu órgão sexual, a bíblia está cheia de referências boas sobre o sexo e sobre os órgãos sexuais, mesmo percebendo claramente que os tradutores tentaram disfarçar.

Na narração de Gênesis 2.7 vemos Deus esculpindo o homem do barro, isso foi um escândalo para os outros povos e religiões, principalmente para os gregos que acreditavam que nenhum deus poderoso poderia tocar na matéria, principalmente no barro como um operário fazia. Hoje não temos a dificuldade de acreditar que Deus, na criação, sujou a mão de barro, mas temos tremenda dificuldade de aceitar que Deus esculpiu o homem todo, até mesmo o pênis e o saco escrotal. Isso por causa da nossa cultura que passa de geração para geração, dizendo que os órgãos sexuais são algo sujo e profano, quase como um mal necessário.

Mas os judeus entenderam que o corpo do ser humano, os órgãos e principalmente o sexo era algo separada, sublime!

É interessante ver que, na nossa cultura, o que nos distingue externamente como povo de Deus, muitas vezes é a roupa, o terno. Na cultura judaica o povo era distinguido por uma marca no pênis. Hoje quando vamos fazer um juramento colocamos a mão na bíblia, mas os judeus colocavam a mão nos órgãos genitais de quem eles estavam fazendo o juramento, como o servo fez com Abraão ao jurar trazer uma esposa para Isaque (Gn24.2). E o mais interessante que permanece até hoje é que nós, homens, quando vamos fazer xixi lavamos a mão antes de sair do banheiro, os judeus lavam ao entrar, antes de pegar no pênis, pois sabem que o que vão pegar é algo sagrado, esculpido e separado por Deus.

Se aprendermos a olhar para nosso corpo com uma visão mais bíblica, com a visão de Deus, teremos muito mais cuidados com ele. Se entendermos que o próprio Deus esculpiu cada pênis e vagina, esculpindo para sua honra e glória, não os colocaríamos em qualquer lugar.

Demorou para eu entender, mas hoje creio que Deus formou cada um com suas próprias mãos, todas as partes do nosso corpo, assim como o pênis e por isso somos tão especiais. Vejo que, por Deus ter pego no meu bilau, tenho certeza que não quero profanar meu corpo e sim honrá-lo, usando da forma que Ele planejou.

por Marcos Botelho via Pulpito Cristão

Ainda bem que do autor não tem Pinto no fim do sobrenome...

7 comentários:

SoS Gospel disse...

poderia ter melhorado o final... heheheh

Emeurgência na Igreja disse...

Bah detesto estes textinhos, que usam de palavrinhas de baixa moral, para chamar a atenção a uma liçãozinha de moral, novamente a velha história...
a proxima, vai ser fiz sexo com "deus", "deus" me marturbou, coisas que ao invés de moral, só merecem desprezo... " só acho que não precisamos disso, para dar a nossa mensagem..."

Gustavo K-fé disse...

Emeurgência, esqueceste de dizer porque destestas estes textinhos.

abraço

Cícero Alvernaz disse...

Finalmente leio algo valioso neste Blog. Sinceramente, eu nunca havia pensado nisto. O autor está de parabéns e merece uma boa nota, algo em torno de 9,5.

Anônimo disse...

os fornicadores não entrarão no reino dos ceus


poxa a qualidade dos textos deste blog ta caindo demais

Tereza Jardim disse...

Sexo é vida, e muito provavelmente, se não fosse tratado como sujo e pecaminoso por fanáticos religiosos, não haveria tanto tabu em torno dele.

É um ato natural, uma troca de energia fantástica entre duas criaturas de Deus, e se Deus não quisesse que a gente gostasse, não teria colocado tanto prazer no ato.

O problema é a velha mania do ser humano de exagerar em tudo, de desvirtuar tudo, que "estraga" uma experiência linda e sagrada como o sexo.

E mais, o que tem de mais usar palavras fortes, Se consegue chamar a atenção? Não é esse o objetivo? Jesus não falou das prostitutas e dos leprosos? Jesus não foi incisivo ao falar com os vendões do templo?

Renato Cavallera disse...

Então eu devo guardar meu bilau só porque Deus o fez? Então vou ali plastifica-lo, mas e o resto do corpo?

O fato do meu bilau ser algo sagrado, especial e mítico não da pra dizer que por isso eu não deveria "profanar meu corpo", já ouvi muitos motivos para isso, mas esse foi o mais ridículo.

Deus também criou o céu e a Terra, então eu não posso pisar na lama porque vou profana-la com a sola do meu chinelo? afff Eu não vou pisar por isso, não vou pisar porque sei que não vou querer me sujar com algo que não é bom pra mim.

É muito fácil usar palavras bonitas, algo que chame a atenção e uma liçãozinha de moral para se fazer um belo texto.

Blog Widget by LinkWithin