7.8.09

Gratidão de joelhos

“Caríssimas mamãe, namorada e João, meus grandes parceiros de mochilagem desta fantástica trip, e querida irmãzinha, depois de mais de uma semana mergulhado de cabeça no coração da África, encontrei este cyber café aqui em Jinja, interior de Uganda e em frente à foz do rio Nilo...e vos escrevo pra dizer que estou maravilhosamente bem...

Meus dias aqui na África estão sendo absolutamente fantásticos ! ! ! ... depois de passar uns dias na casa de um refugiado congolês nos subúrbios pobres de Nairóbi, fui parar nem sei direito como na remota tribo dos massais no kenya, onde passei dias correndo atrás de girafas, zebras e antílopes, com lanças e espadas e vivendo a vida tribal dos caras, dormindo em ocas, etc...e entre outras aventuras pelo kenya, terminei em grande estilo, fazendo um safári de bike com um amigo meu massai num parque nacional lindíssimo...

Tô muito roots, andando há uma semana enrolado em cangas coloridas e carregando um cajado e uma espada de aço...e só sei que desde que cheguei na África, não vi NENHUM muzumgo (white man) além de mim...

Ah, e hoje no meio de tudo coloquei uma criança na escola... É uma longa estória, mas, resumidamente, depois de passar o dia passeando por um vilarejo aqui de Uganda com um menino que, entre outras coisas me apresentou a sua família paupérrima, e de por acaso visitar uma escola publica e falar com o diretor, acabei que paguei pela matriculas, mensalidades e todas as despesas do menino ate o fim do ano, e me comprometi a, se ele me mandar o boletim dele, continuar pagando pelos próximos anos...

O melhor de tudo é que aqui na África to conseguindo por em prática a viagem que sempre idealizei... hoje ficarei em hostel pela segunda vez desde que pisei no continente, todos os outros dias dormi e comi na casa de locais, gastando uns 2-3 dólares por dia, o que me permitiu a cada dia distribuir meu daily budget entre as pessoas que me hospedaram, alimentaram, etc...

Tô muito feliz com isso, de conseguir estar vivendo grandes aventuras e realizando uma viagem de profunda imersão no continente africano, absolutamente não turística, e de forma totalmente sustentável, transferindo 80% dos meus gastos pra africanos pobres... e aqui com quase nada vc faz uma substancial diferença na vida das pessoas...

Esse amigo meu congolês, por exemplo, com 12 dólares paguei o aluguel mensal da casa da família dele, esse menino com 40 dólares garanti um ano escolar pra ele numa escola super legal, hoje dei 2 dólares pra uma mulher que me convidou pra conhecer a casa dela e ela se ajoelhou e quase chorou...

Podia escrever horas sobre essa minha primeira semana aqui na áfrica, tô realmente muito contente por tudo aqui estar superando minhas melhores expectativas..."

trecho de e-mail que Gabriel Buchman enviou para a mãe no dia 1 de junho. o corpo dele foi encontrado na tarde de quarta-feira (5). Leia + no blog Ajude Gabriel Buchmann.

colaboração: Monica do Coutto Monni

faltam-me palavras. sobram lágrimas...

6 comentários:

Claudinha F. disse...

Putz, saber disso me deixou muito triste, valores que deveriam estar nos cristãos que se preocupam em comprar jatos e em fazer desafios com Deus. Isso não é nada, a gente não leva nada daqui.

Elismere Machado disse...

É incrivel perceber Deus em tantas coisas...A notícia é triste. Estava acompanhando a busca pelo Gabriel sem saber dos bastidores. Isso me tocou.

"Conhecer as manhas e as manhãs,
O sabor das massas e das maçãs,
É preciso amor pra poder pulsar,
É preciso paz pra poder sorrir,
É preciso a chuva para florir ..."

"...Todo mundo ama um dia.
Todo mundo chora
Um dia a gente chega
e no outro vai embora."

"Cada um de nós compõe a sua história
Cada ser em si carrega o dom de ser capaz
De ser feliz"

Eliézer disse...

A cada dia que passa, mais se vê que a encarnação da Palavra Viva do Evangelho encontra guarida nos corações de gente considerada "sem religião".

Diante de tal relato, quem é essa estirpe que arroga chamarem-se de "filhos de Deus" por seguirem um caudilho espiritual dado a orgias de seu ego narcisista, sustentado pelo sacrificio insano de seus súditos?

Oxalá um dia caiam as escamas de seus olhos, entendendo e encarnando a mensagem do Pai na vida!

Prefiro acreditar assim: Gabriel Buchman foi chamado pelo Pai do Céu, que não conseguia mais viver longe dele, para viver consigo em meio ao pleno cumprimento de sua missão. Nada mais.

CHICCO SAL disse...

Deus permite que algumas almas boas morram mais cedo para privar da companhia delas enquanto deixa que que as muitas ruins vão ficando para ver se se arrependem.

Precisamos deixar de bater em nosso peito fariseu e sermos mais publicanos que reconheçam ser apenas pecadores carecidos de graça.

Meu Deus, quanto careço de Ti!

Alzira Sterque disse...

Chicco e Eliézer, concordo com vcs! Lendo esta reportagem tenho certeza de ouvir o Espírito a nos dizer: Deus tem ciúmes de nós! Tanto ciúme que leva para Si aqueles que já estão prontos para voar com Ele.
Que o Deus de amor console seus entes queridos com todas palavras postadas aqui.

Mano e Lívia - Os DelaSilva disse...

O mundo está repleto de pessoas que nos dão exemplos de vida.
Mesmo que tardiamente,
Reverberado.

Blog Widget by LinkWithin