21.8.09

Os protestos de Rubem Alves


O discurso acadêmico de Rubem Alves sobre "protestantismo" e "repressão": algumas observações 30 anos depois

Artigo escrito por Leonildo Silveira Campos para o periódico Religião & Sociedade
Em 1979 foi publicado um dos primeiros ensaios críticos do protestantismo brasileiro. Seu autor, Rubem Alves, então teólogo presbiteriano, professor de filosofia e psicanalista, usando a linguagem da filosofia política, apresentou um livro que viria a se tornar um texto clássico no estudo do protestantismo brasileiro: Protestantismo e Repressão. Para isso criou um tipo ideal: "Protestantismo da Reta Doutrina" e desenvolveu uma metodologia própria, de inspiração fenomenológica e weberiana. Hoje, quase 30 anos depois, uma segunda edição surge com o nome "Religião e Repressão". Este artigo, partindo de sugestões da Sociologia do Conhecimento e das propostas de Pierre Bourdieu, procura descrever o campo religioso brasileiro em que esse texto surgiu, o contexto intelectual e político, discutindo a epistemologia e a metodologia empregada por Alves na confecção de sua obra.

Clique aqui para o texto completo [pdf - 36 p.]
Imagem: Internet

Um comentário:

prjulio disse...

É uma pena que pessoas que receberam grandes revelações de Deus assoberbam-se, se acham os donos do saber(orgulho em essência) e querem levar todos com eles.
Siga o seu caminho Rubens Alves, este é o SEU caminho e pare de encher o saco!!!

Blog Widget by LinkWithin