4.8.09

Tadinha...

Por que você saiu da igreja?

Minha resposta à pergunta que me fizeram à queima-roupa.

"Interessante, meu amigo. Há muitos anos, quando participei de uma pequena e auto-proclamada comunidade-igreja, notei que alguns davam muita ênfase aos dons, profecias, outros a palavra, estudos teológicos e academicismos. Era um tal de "declaro isso na sua vida", "declaro prosperidade", "declaro saúde", declaro e por aí vai.

Convivendo um pouco mais, cheguei a conclusão de que havia muita palavraiada, muitas profecias, muitos sonhos e visões, mas o fulano-interpretação de sonhos continuava com os gatos no seu comércio, sicrano-falador de línguas fazia rolos e factoring dos cheques recebidos dos seus clientes, beltrano-estudioso do apocalipse fazia assédio moral no trabalho, a ungida-conselheira era uma obesa pré-mórbida e a maioria-arquibancada-que-gemia-e-chorava-nos-louvores estourava cartões de crédito com a maior naturalidade e sonegava impostos com a desculpa pronta de que o Governo era mais ladrão.

Um dia perguntaram pra mim, a "irmã que nunca dizia nada", se eu tinha algo a declarar para os irmãos. Me cansei e disse: "Menos dons e mais caráter, gente!"

Imagine a cara com que fui fuzilada...

Aí saí de lá.
Bjs
HB"

16 comentários:

Gustavo K-fé disse...

Gostei muito do relato. Tenho um pouco de medo de pensar no tamanho da maçã e do bichinho.

Claudinha F. disse...

Sem querer ser chata e já sendo, ser "obesa pré-morbida" não tira a capacidade de alguma pessoa ser conselheira, tudo bem q vc vai alegar q ela era glutona mas foda-se, obesidade é doença e é causada por vários fatores além de óbvio a glutonaria.

Mas sim, sair da igreja não é novidade pra ninguém, mas sair pq o povo era pilantra e fazia trambicagens na vida pessoal além de nao ser novidade tb não é um motivo válido, outro discurso chato eu sei mas me impressiona a quantidade de gente q sai da igreja pq fulano faz isso ou deixa de fazer.

Essa não cola pra mim, alegar q é dificil conviver com gente esquisita, que crente é chato, que eles perseguem quem não é como eles até passa mas culpar o pecado alheio como se a gente fosse a perfeição em pessoa não pega bem.
Admite logo que vc não gostava de ter q ficar sentada ouvindo as irmãs cantarem desafinado, que vc não suportava ouvir a profetada ou então que não tinha saco pra vida em comunidade. Simples!

Timilique! disse...

É Gustavo, é assustador mesmo.Se eu pudesse, perguntava ao bichinho por que ele saiu da maçã...será que faltou oxigênio?
:-)

Cidinha disse...

Claudinha F ,faço minha suas palavras ,enquanto lia o texto ,pensava o mesmo que vc .
Pecado alheio sempre é uma desculpa par quem quer sair da igreja

Timilique! disse...

Claudinha, o problema não é o que as pessoas fazem ou deixam de fazer. A questão é o caráter,são as mudanças (básicas) de dentro para fora que nunca acontecem e que o Evangelho diz que tem que acontecer.Todo mundo tem doença,câncer, desnutrição e obesidade. Mas amargura,maledicência,avareza e glutonaria é opção.
Obrigada pela participação.
Bjs

Claudinha F. disse...

Eu concordo em tudo, a gente tem q ter vergonha na cara pra tentar ser melhor e crente sabe bem ser malandro nesse sentido, mas ainda não acho q essa justificativa sirva para deixar de frequentar a igreja, as pessoas nos decepcionarão e nós tb decepcionaremos, principalmente os que caminham conosco.

A crítica foi em relação à justificativa pela saída da igreja, eu fiquei muito tempo fora tive minha fase de indignação com o povo em geral e ainda tenho, mas acho que amar o próximo e viver em comunhão é um desafio que nós abandonamos muito rápido qdo vemos oq não achamos certo, mesmo que isso não seja certo inclusive biblicamente. Gente mau carater existiu e vai existir na igrejaaos montes e eu nem sou a favor do discurso que somos nós q temos q fazer a diferença pq isso realmente cansa, tentar falar as verdades na cara do povo vai escandalizar, talvez trazer alguma reflexão mas em grande parte vai passar batido.
Eu voltei pra igreja pq sou muito antisocial e seletiva, acho que preciso aprender a conviver, preciso amar, preciso suportar e acredito que cristianismo é muito isso tb.

Rodrigo Melo disse...

Claudinha...

Gostei do antisocial e seletiva...

Acho que todo mundo tem um pouco disso e por questões pessoais acabam saindo da igreja, mas a culpa é sempre do outro...

Eu por exemplo, saí por que não aguentava mais fazer parte do grupo que criticava todos os pregadores, os louvores, as roupas, enfim, o fato é que não fiz nada para mudar (e nem que eu quisesse acho que não mudaria mesmo), então saí para evitar o mal em mim e nos outros... hoje estou em outra igreja com outras pessoas e tomando o máximo de cuidado para não cair no mesmo erro.

Penso também que não devemos abrir mão de estar na igreja e de congregar, mas alguns pessoas optam por assim fazer, quem sou eu para criticá-las.

A Paz a todos!!

Antonio Mano disse...

Só faltou dizer.. "saí porque eu era perfeita e eles não!!!"

rsrsrs

Desculpe.. foi só uma brincadeira...

Infelizmente o texto reflete o ocorre hoje em dia.. inclusive.. com os chamados grandes pensadores da blogagem cristã.

A Claudinha acertou na mosca aí em tudo que disse.

Meire disse...

"...a ungida-conselheira era uma obesa pré-mórbida..."
Essa doeu! Vi outro dia no Apocalipse que ficarão de fora os gordinhos também.

A gente esquece que O próprio Deus conseguiu conviver com esse povo mesquinho e miserável que habita essa pequena parte do mundo que Ele criou.

Ontem mesmo meu pastor e minha líder vieram me visitar e falei sobre coisas que me incomodam na igreja. Coisas como o dito louvor antropocêntrico e alguns pregadores que gostam do ré té té.
Surpresa, eles tem as mesmas inquietações que eu, mas a saida não é todos nós sairmos da igreja e sim lutar para fazer a diferença, suportar os mais fracos.
O apóstolo Paulo teve seus problemas com alguns irmãos, mas no final estavam bem, porque eles sabiam que igreja não é parque de diversão.
Será que Jesus achava divertido ter que lidar com o ego dos seus discípulos? Sabemos que não, mas Ele nos ensinou que é possível.

David Santos disse...

Nossa...tudo a ver com um post colocado no blog abaixo:

http://cultodiferente.blogspot.com/

Vocês poderia passar lá e ler o post: A responsabilidade do Cristão.

Abraços.

Cerestino disse...

ótemo

ó-te-mo

óooooooooooooooooooooooooooooooooooooootemo
ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo ótemo

Anônimo disse...

Parabéns pelo post, Helena.

A idéia de um Deus castrador deixa as pessoas com necessidade de aprovação até na hora de sair de uma igreja.

Você conseguiu mexer ao mesmo tempo com quem fez isso, com quem tem vontade de fazer e com os que crêem que tem o direito de vir aqui prá julgar a vida de quem fez.

Strike!!!!!!!

Thiago Mendanha disse...

Fiquei muito tempo na "igreja" porque pensava que isso era "amor" pelos irmãos...

olha, o fato é que cristão algum é obrigado a fazer parte de uma comunidade que prega Cristo, estampa Cristo, anuncia Cristo, diz ser de Cristo... mas, não vive nem o básico do viver em Cristo! Hipocrisia individual é uma coisa, mas, hipocrisia comunitária é outra!

Se a comunidade destaca-se mais por suas faltas que por seus acertos, algo está muuuito errado! Minha experiência me ensinou que esse tipo de comunidade doente não é curada pelo "permancer" na mesma! E muito menos pelo esforço e dedicação em mudá-la! O máximo que se consegue é ser praticamente excomungado mesmo que isso não seja oficial.

Outra coisa... será que isso que pensam ser "igreja" é de fato uma? Será que não é apenas um clubinho cheio de regras e status quo? Será que não passa de um sistema que sobrepõe as pessoas? Reunir-se frequentemente num local não configura uma comunidade ou igreja! É preciso comunhão, partilhar da vida em comum, compromisso e envolvimento uns com os outros e não com o sistema!

Faça um simples teste. Pule fora do sistema e veja quantas pessoas continuarão vinculadas a você! No meu caso nenhuma! A condição para um envolvimento geralmente é você fazer parte do sistema(frequentar categoricamente os cultos, programações, obedecer cegamente aos líderes e não pensar muito para não gerar polêmicas ou constrangimentos no meio).

Mas, se você é um privilegiado e em sua igreja existe de fato uma comunidade sadia onde prevalecem os acertos em detrimento das falas, então fique na sua, agradeça a Deus pelos seus irmãos e respeite quem não teve a mesma sorte ou quem prefere fazer parte de uma comunidade fora dos limites do templo!

Rogério disse...

O pensamento comum é que forma um grupo. Se esse grupo perdeu a identidade vc tem que sair mesmo.
O problema e que construímos 4 paredes e chamamos esse lugar de igreja. Esquecemos que nós mesmos somos o templo.
Assim disse o profeta: As arves somos nozes!

Antonio Mano disse...

Thiago....
Eu também li o livro!!! Hehehe.. muito bom.. nada de novo.. leitura fácil.. mas bem bacaninha sim. Contudo, lembremos.. é ficção.. os diálogos de João para com o Jake são muito simplórios para a realidade que presenciamos na prática. Mas ok.
....
Ninguém desrespeitou a autora do texto, apenas foram levantadas algumas sutis expressões que caracterizavam hipocrisia ou pré-conceito ou até mesmo, ignorância no que se falou sobre a DOENÇA obesidade.
.....
É óbvio que temos que nos respeitar em nossas decisões. Em nossas escolhas. Na instituição ou fora dela. Na cabana ou na catedral.
.....
Mas é aquela velha história né... bom.. deixa pra lá.
PAZ

Pastor Afonso disse...

PORQUE SAI DA IGREJA ? Porque na realidade não havia é sequer entrado nela. Eu estava apenas convencido a uma religião, sistema, e não convertido, e no dia que me convenci por outras idéias simplismente sai. Agora quando eu entrar de fato na Igreja como Corpo de Cristo, igreja esta muitas vezes representada numa casa, debaixo do Coqueiro, ou mesmo num suntuoso prédio, e Ele o Cabeça deste corpo, me converter, ai sim entrarei e nunca mais sairei, a não ser se me tornar um apostata.

Blog Widget by LinkWithin