8.9.09

Morra, Obama (3)



Mais um pastor norte-americano tem pedido a Deus que mate Barack Obama. Confira alguns trechos traduzidos da reportagem da CNN.

- Eu odeio Barak Obama.
- Você só quer dizer "Eu não gosto do que ele defende".
- Não, eu odeio a pessoa.
- Você só quer dizer que você não gosta do partido dele.
- Não, eu o odeio.

"Ó Deus, quebra-lhes os dentes na boca;' Sabe, 'sejam como a lesma, que passa diluindo-se"
[citando Salmos 58.6,8]

Uma das placas dos protestos traz o texto ‘who would Jesus hate?’, que pode ser traduzido como ‘Em seus passos quem odiaria Jesus?”

Aqui vc confere (em inglês) um pouco + do barulho que o destemperado (p/ ficar em termos publicáveis) está provocando. (Muita) vergonha alheia.

dica (e tradução) do Gustavo K-fé

8 comentários:

CHICCO SAL disse...

Vamos ver agora quanto tempo levará para que esse tipo de oração imprecatória que alguns pastores andam fazendo por lá contra líderes políticos, em especial contra o Pres. Obama, seja feita por aqui também.

Eliézer disse...

Acredito que ‘who would Jesus hate?’, seria melhor traduzido como: "Quem Jesus odiaria?"

É um completo contrasenso esse movimento. Jesus nunca odiou gente, indignou-se com a falta de percepção do ser humano transformando o sagrado em objeto de comércio ou com a hipocrisia do zelo dos religiosos.

Levantar a possibilidade de Jesus ter odiado alguém em sua existência como uma permissão para se odiar ao semelhante, demonstra que os tais estão cheios de escritura mas não de Palavra; são movidos pela beligerância e não pelo amor; preferem impor sua idéia a viver em tolerância.

A melhor resposta a essa pergunta é um veemente `nobody, Jesus loves every people, hate isn't Jesus way !´

Anônimo disse...

só foi eleito porque é negro

e com as prostitutas da mída que apoiaram barack obama

Gustavo K-fé disse...

Eliézer, certo que a tradução literal de "Who would Jesus hate?" seria como escreveste. Mas a expressão faz trocadilho com o livro "In his Steps, What Would Jesus Do?" (que virou griffe, chavão e adesivo de para-choque), que no Brasil foi lançado como "Em Seus Passos, O Que Faria Jesus?". Por isso a tradução não tão literal. Ah, eu amo a hermenêutica!

abraços

Eliézer disse...

Isso aí Gustavo, entendi a sua idéia. Postei não no sentido de pretensamente corrigí-lo (longe disso) mas igualmente para amarrar uma idéia.

Paz!

CHICCO SAL disse...

Bom, só pra não perder a piada: agora que tudo está devidamente esclarecido, que tal vocês se reunirem lá no Parque do Ibirapuera, talvez na Praça da Paz lá dentro, e, como o Obama fez, tomar umas geladinhas num final de tarde dessa Primavera que está chegando?

De repente, vocês podiam convidar o pastor imprecador e dar um suquinho de maracujá para acalmá-lo, como fizeram com o Suplicy no Senado...

Chicco

P.S.: Se precisarem de apoio moral, penso que eu, o Pavarini e mais uns outros 143.996 eleitos poderemos tentar dar o ar da graça também.

Pavarini disse...

"ar da graça" é um item que jamais pode faltar aqui no blog, chicco.

com todos os trocadilhos possíveis! =)

abs a todos.

Eliézer disse...

Ah Chicco, a Praça da Paz já foi palco da "Procissão para Zizuiz". Tomar uma Obhama lá vai ser melhor que "ato profétido" para dar uma limpada no local...

Blog Widget by LinkWithin