6.10.09

Deus de uma ova

Possível candidata do PT à Presidência da República, a ministra-chefe Dilma Rousseff (Casa Civil) participou na noite desta segunda-feira (5) de um evento na Assembleia de Deus, maior denominação evangélica do país. A igreja, da qual a senadora e possível candidata do PV ao Palácio do Planalto, Marina Silva (AC), é fiel, defendeu em 2002 a eleição de Luiz Inácio Lula da Silva. O evento celebrou os 75 anos do pastor e presidente da Assembleia de Deus no bairro do Belenzinho, zona leste de SP, José Wellington Bezerra da Costa.

Durante o evento, Dilma, que tem formação católica e militou em grupos de extrema esquerda no combate ao regime militar (1964-1985), ganhou uma Bíblia de presente, repetiu dados sobre o governo Lula e foi constrangida pelo deputado Takayama (PSC-PR), que pediu que a petista "coloque Deus na sua vida". "Esse é o pedido que está entalado na garganta de cada uma dessas pessoas", afirmou.

Em seu discurso, Dilma agradeceu as "palavras gentis" de Takayama e afirmou que o governo Lula promove a fé e valores morais que ajudaram 30 milhões de brasileiros a ascender socialmente nos últimos anos. "Precisamos de exemplos como o pastor e sua família", disse Dilma. A ministra pediu orações porque considera que até agora as melhorias são poucas e ainda há muito por fazer no país.

Proximidade com evangélicos

Nas eleições presidenciais de 2002, a Assembleia de Deus - que diz ter entre 20 milhões e 23 milhões de fiéis - apoiou a candidatura de Anthony Garotinho, então no PSB, ao Palácio do Planalto. No segundo turno, depois de o ex-governador fluminense aderir à campanha de Lula, a igreja se aproximou do petista.

Em 2006, quando Garotinho e Lula estavam rompidos, o ex-governador pediu aos fiéis que votassem em Geraldo Alckmin (PSDB) no segundo turno.

Pré-candidato ao governo do Rio de Janeiro pelo PR, Garotinho esteve no evento e se sentou longe de Dilma, que estava acompanhada do ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, e do presidente do PT de SP, Edinho Silva.

fonte: UOL
dica do Chicco Sal


colocar na vida um "deus" mercantilista desse naipe, sr. deputado? queria ver essa macheza toda fora do seu curral, defendendo a ética na política cada vez + conspurcada, inclusive por crentes de língua comprida e de sabedoria curta.

saudades do tempo em que a assembleia de deus enfatizava outros tipos de demonstração de poder... decadence sans élégance, contrariando um lobão e agradando ao outro.

12 comentários:

Anônimo disse...

A Diloma Roussef

sempre se declarou ateu
[
ela antes de ser declartada candidata

A Dilma nnão acreditava na existÊncia de DEus

Anônimo disse...

só foi se declarada candiadata

que correu pra igreja católica

e agora pras evangélicAS

PRA DOMINAR O CURRAL ELEITORAL[

blogdaleilahh disse...

Eu, nascida em lar evangélico, filha de vereador em 3 cidades...saudades do tempo que a Assembléia de Deus só dependia de Deus...snif...

Jabesmar disse...

Os vendilhões do Templo em Jerusalém ficariam ruborizados (ou com inveja, talvez) dos vendilhões dos séculos XX/XXI.
Como se leva uma pessoa incrédula para falar nun salão de reunião de uma igreja? A troco de que se faz uma presepada destas? Sinceramente, cada vez mais me espanto com as coisas que acontecem no meio chamado evangélico.

Jabesmar disse...

A ministra disse: "o governo Lula promove a fé e valores morais que ajudaram 30 milhões de brasileiros a ascender socialmente nos últimos anos."
Mentira deslavada!!!
Os parlamentares Luiz Bassuma e Henrique Afonso, deputados federais do PT, foram virtualmente expulsos de seu partido no dia 17 de setembro de 2009, acusados de violarem o Código de Ética do Partido por terem se posicionado contra a legalização do aborto.
Sem falar no claro apoio a outras imoralidades com projeto de Lei querendo criminalizar o simples ato de discordar da opção homossexual.
Mas nestes tempos de pós-modernismo, vai lá saber o que o PT define como fé e valores morais? Vergonha para o Evangelho e para os Evangélicos um pastor se colocar em flagrante jugo desigual com incrédulos. Aonde vamos parar com isso!!!

Daladier Lima disse...

O pior é Dilma ser aplaudida. Infelizmente, essa baboseira de valores cirstãos sempre surte efeito num país como o nosso. Que tenhamos um olhar crítico da situação e possamos resistir ao assédio no próximo ano. Possível e difícil.

Publiquei um post crítico sobre o assunto.

Zé Américo disse...

Concordo com Jabesmar... A ministra Dilma dizer que o PT tem promovido a fé é demais... caia nesta o crente que quiser cair. Não se iludam, pois quando ela for a um terreiro de macumba ou seita religiosa soltará a mesma frase para agradar todos os ouvidos. Vejam o que Jesus diz a um grupo de pessoas que se diziam de Deus: " VOCÊS SE DIZEM DE DEUS MAS SUAS OBRAS PROVAM O CONTRÁRIO" O PT de Dilma tem sim PROMOVIDO Passeatas e CASAMENTO GAY, ABORTO, CARNAVAIS, LEGALIZAÇÃO DA PROSTITUIÇÃO. Devemos ouvir todos os candidatos sim até porque não devemos ser ignorantes, MAS EXISTE HORA E LUGAR PRÁ ISTO, e definitivamente, O PÚPITO NA IGREJA É LUGAR DE ADORAÇÃO E DA PALAVRA DE DEUS E NÃO PALANQUE DE MENTIRAS E HEREZIAS! Acoooordem Irmãos!

Léo Scartezzine disse...

Não me surpreende que Dilma me apareça com a Bíblia na mão em campanha política, assim como não é novidade que todo marginal também o faça (depois de preso).O que (ainda) me deixa perplexo é a "corja" de falsos crentes e de emprejas (empresas/igrejas) correrem para o abraço da promiscuidade com o poder.

rocsoledade disse...

esses comentários escritos em VERDE.. me dão nojo...

não volto mais nesse blog, só porcausa desses comentáriozinhos infelizes...

até nunca mais!

blogdaleilahh disse...

Pava...troca a cor...coloca vermelho...senão vc perde seguidores...rsrsr

MamaNunes disse...

O Pava, o mano "enojou" com o verde... deve ter lembrado do "Exorcista" kkkk
Agora... eita povinho de Deus... ô igreja mais sem jeito...

bjooooooooooo

Jonas disse...

O tempo passa e certas igrejas evangélicas - sobretudo uma denominação como a Assembléia de Deus - continuam a oferecer auditórios a esses políticos que temos. Púlbito é privativo para transmissão da verdade bíblica,
não divulgação da hipocrisia política. Até quando...

Blog Widget by LinkWithin