9.10.09

Uma em cada quatro pessoas é muçulmana, diz estudo

Uma em cada quatro pessoas em todo mundo é muçulmana, de acordo com um dos mais completos estudos feitos até hoje sobre o assunto.

A pesquisa feita pela organização Pew Forum on Religion and Public Life, com sede em Washington, levou três anos para ficar pronta e analisa dados de 232 países e territórios.

O estudo concluiu que apenas 20% dos muçulmanos vivem no Oriente Médio e no norte da África, regiões tradicionalmente mais associadas com a religião.

Os números pesquisados indicam também que há mais muçulmanos na Alemanha do que no Líbano e menos na Jordânia e na Líbia somadas dos que na Rússia.

Estudos futuros

Cerca de 60% dos estimados 1,57 bilhão de muçulmanos do mundo vive na Ásia.

Os países com o maior número dos seguidores da religião são Indonésia (202,9 milhões), Paquistão (174 milhões), Índia (161 milhões), Bangladesh (145,3 milhões), Nigéria (78 milhões) e Egito (75,5 milhões).

O estudo indica que mais de 300 milhões de muçulmanos vivem em países onde o islamismo não é a religião mais seguida.

Entre 87% e 90% são da vertente sunita e entre 10% e 13% da corrente xiita.

As maiores populações de xiitas vivem no Irã, Paquistão, Índia e Iraque.

No continente americano, o país com o maior número de seguidores da religião é os Estados Unidos, com pouco menos de 2,5 milhões de pessoas.

O Brasil é o terceiro país no continente, com cerca de 191 mil muçulmanos, bem menos do que os 784 mil da Argentina.

A Pew Forum diz acreditar que o estudo pode fornecer bases para futuras pesquisas sobre o crescimento de populações muçulmanas.

fonte: BBC

4 comentários:

Anônimo disse...

Considerando as três grandes religiões monoteistas do mundo ( cristianismo, judaismo e muculmanos), podemos concluir que se uma delas for a certa, as outras duas devem estar erradas. Alguém pode me responder qual é a certa ou melhor? Edson Vergilio -
eavergilio@ig.com.br

Rogério disse...

Meu caro Edson, esqueça esse negócio de religião! Pessoas morrem todos os dias por causa delas e quando elas não matam fisicamente, acabam com sonhos de muitos. Diante dessa realidade, como podemos afirmar se elas são boas ou que uma delas é melhor que a outra?
Deus é amor, portanto se você quer saber o que é certo ou o que é melhor, pratique o amor ao próximo sem esperar nada e troca.
É difícil? Sim, não é nada fácil amar quem nos odeia, mas temos quem nos ensina. Jesus amou a todos, independente de classe social, raça, sexo ou religião e mais, não espera nada em troca disso, somos livres para escolher que caminho seguir, o amor, a indiferença ou o ódio, sendo um só deles o caminho sobremodo excelente, o amor.

Gustavo K-fé disse...

Edson, eu sou cristão, mas no seu caso recomendo a muçulmana. Porque a muçulmana inclui as outras duas.

grande abraço,
K-fé

Bárbara Matias disse...

3 coisas me chama atenção nessa religião...
1 - a convicção deles...
2 - a forma que trabalham para propagar o deus deles...
3 - as festas de casamento... (uahuahuah acho cheias de cores)

Eu fiquei bem preocupada quando vi por alto essa história... O negócio é que eles têm uma visão E SE JUNTAM para trabalhar em cima dela.
A taxa de natalidade deles muda a cultura de uma nação...
Onde estamos nós propagando nosso Deus?

Quanto à religião certa, nenhuma é certa pq na Bíblia não se fala em religião... Me agrupo com os evangélicos por seguirem de forma mais correta o que há na Bíblia e ainda assim somos falhos!

Blog Widget by LinkWithin