4.11.09

O pastor virou pastora

Pastor Transexual

Primeiro ele revelou que era transexual. Depois se submeteu a cirurgia que o tornou a mulher que sempre desejou ser. O pastor Olli Aalto sempre foi alvo de polêmica na Igreja Luterana da Finlândia, ainda mais agora quando vai celebrar a primeira missa como mulher.

Aos 55 anos, a vida dele divide a opinião de outros membros da igreja. Muitos o consideram um blasfemo. Ele já foi casado e tem três filhas desse casamento que acabou oficialmente com o divórcio.

Ao pedir licença da paróquia para fazer a operação de mudança de sexo e defender na televisão os transexuais, ele abalou a Finlândia, um país onde 97% da população está ligada à Igreja Evangélica Luterana.

A decisão do pastor fez surgir um amplo debate entre a população de 5,3 milhões de habitantes. Na Internet, o religioso recebeu manifestações de carinho e apoio por meio do site "Facebook", mas também viu a ira e muitos na mesma rede mundial de computadores.

O apoio só foi unânime dos ativistas de defesa dos gays no país. A Igreja Luterna informou que aceitou a decisão do pastor porque a congregação permite a ordenação de mulheres.

Informações e imagem do DiarioVasco.com [via Cena G]
dica do Jarbas Aragão

4 comentários:

Rodrigo Brito disse...

A questão é polêmica pacas, mas a justificativa da IL foi de lascar.
"(...) aceitou a decisão do pastor porque a congregação permite a ordenação de mulheres."

Claudia disse...

Olha, nem vou entrar no mérito da decisão da igreja e etc, nem se o cara é veado por ter disforia de gênero ou não... mas, devo admitir que ele ficou uma "puta duma véia feia do caramba".

Serião, se eu tivesse problemas desse tipo eu pensaria mil vezes antes de cortar o bilau fora e tentar parecer uma senhora de respeito. HAHA

Anônimo disse...

tem qwu etomar vergonha


tristeza e vergonha


filhos d diabo

fha disse...

Dentro do assunto:

A Lei da Heterofobia

http://tempora-mores.blogspot.com/2009/11/lei-da-heterofobia.html

Blog Widget by LinkWithin