2.12.09

Pó pará com o pó



O primeiro casamento de Robin Williams foi com Valerie Velardi em 4 de Junho de 1978, como quem teve um filho, Zachary Pym, nascido em 11 de Abril de 1983. No curso de seu primeiro casamento, ele envolveu-se com um relacionamento extra-conjugal com Michelle Tish Carter, uma garçonete que servia bebidas, que ele havia conhecido em 1984. Ela o processou em 1986, alegando que ele não a avisou que ele estava infectado com o virus do herpes simplex antes de ter se aventurado sexualmente com ela em meados dos anos 80, durante a qual, ela afirmou, ele transmitiu o virus para ela. O caso foi encerrado extra-judicialmente.

Em 30 de abril de 1989, ele contraiu núpcias com Marsha Garces, a babá de seu filho que já estava grávida dele há meses. Eles tiveram dois filhos, Zelda Rae, nascida em 31 de Julho de 1989 e Cody Alan, nascido em 25 de novembro de 1991. Todavia, em março de 2008, Marsha Garces entrou com uma petição de divórcio contra ele, alegando diferenças irreconciliáveis.

Durante os anos finais da década de 70 e nos primeiros anos da década de 80, Williams foi viciado em cocaína, mas parou desde então. Williams era amigo íntimo e saía frequentemente junto com John Belushi. Ele afirmou que a morte de seu amigo e o nascimento de seu filho o levaram a parar com as drogas: " Aquilo foi um chamado à razão? Sim, foi, um grande chamamento. E ser levado a um juri popular também ajudou".

Em 9 de agosto de 2006, Williams deu entrada por si mesmo em um centro de reabilitação de usuários que abusam de certas substâncias, mais tarde admitindo que ele era alcoólatra. Seu relações públicas fez o seguinte anúncio na ocasião:

"Após 20 anos de sobriedade, Robin Williams encontrou-se bebendo novamente e decidiu tomar medidas pró-ativas para lidar com o problema em favor de seu próprio bem-estar e do bem-estar de sua família. Ele solicita que sua privacidade e a de sua família sejam respeitadas durante este período. Ele olha esperançosamente para o futuro quando retornará a trabalhar ainda no outono numa campanha de apoio ao lançamento de seu filme."

Williams é membro da Igreja Episcopal e ele descreve sua denominação como sendo "Católica Lite - os mesmos rituais, metade da culpa".

Fonte: WIKIPEDIA

Mais um bom exemplo da imbecilidade WASP... Teria ficado muito mais bonito se tivesse ficado calado.

6 comentários:

José Geleilate Neto - Zeca disse...

Acho que o Willians foi ruim na piada, mas não deixa de ser uma piada
O ruim e colocar uma materia das mazelas do cara
Que isso!!!, se a piada fosse a favor do Rio ?

CHICCO SAL disse...

Zeca,

Me desculpe aí, cara! Eu também só estava brincando...

Wellington Albertini disse...

Imagina se todas as piadas feita por estrangeiros com o Brasil fossem apresentadas em programas de grande audiência...

De tempos em tempos aparece alguma coisa assim pra despertar o patriotismo brasileiro! É um filme, é um desenho (famoso, claro), é uma piada...

:P

CHICCO SAL disse...

Wellington,

É verdade. Pena que nosso patriotismo só aflore com essas piadas exógenas e não com as maracutaias (corrupção, escândalos, tráfico de influência, etc) nossas de cada dia veiculadas em jornais de pequena audiência e de pouca circulação daqui, não é mesmo?

Para nós, mensalão e mensalinho continua a ser nome de dupla caipira...

Wellington Albertini disse...

Chicco Sal,

Realmente é uma pena que nosso patriotismo seja desse tipo.

Eliézer disse...

Piadinha de americanozinho tapado que acha que só existe ele no mundo e que o resto é seu quintal...

Blog Widget by LinkWithin