10.2.10

It's a cold and it's a broken Hallelujah (2)



Sandy, que está em Londres finalizando seu primeiro disco solo, aproveitou a viagem para fazer um dueto com a cantora inglesa Nerina Pallot. Acompanhadas por Junior na guitarra e Lucas Lima no violino, as duas cantaram o clássico "Hallelujah", de Leonard Cohen.

O vídeo foi gravado na casa de Nerina dentro do projeto semanal que ela realizada pela web, transmitindo ao vivo suas performances no piano. De visual novo e com 27 anos recém completados, Sandy está preparando seu disco solo, mas ainda não tem data de lançamento definida.

fonte: UOL

Um amor não é uma marcha da vitória
É um frio e sofrido aleluia

remetendo a um clichê disparado ad nauseam dos púlpitos, parece que a "maria chiquinha" ñ saiu de dentro da Sandy, néam...

aqui a versão do Justin Timberlake e do Matt Morris no HopeForHaitiNow e aqui a versão original (e imbatível) do Leonard Cohen.

11 comentários:

Adriana Neumann disse...

Eu sempre achei q faltava feijão na dieta da Sandy, pra dar mais "sustança" àquela voz de gato desnutrido...

GG disse...

A versão original, na verdade, é do Jeff Buckley, mas essa ersão do Leonard Cohen é realmenet incrível.
Pena não poder dizer a mesma coisa sonre a Sandy estragando a música.
Ruim demais.

CHICCO SAL disse...

Por que no te callas, Sandy?

blogdaleilahh disse...

Tive uma sensação de estar numa festa com Karaoquê...
Para alívio dos meus leigos ouvidos, ouvi o Leonard Cohen.Grata.

Angelo Dias disse...

GG, me perdoe, mas a versão original É DE COHEN. Particularmente gosto mais da de Jeff Buckley, que, Pavarini do céu, vc deveria ter citado! http://www.youtube.com/watch?v=N3-_DbEYe7A veja

Claudia disse...

É, a Sandy ficou bem apagadinha, muita técnica pouca alma, sei lá, falta paixão parece.

GG disse...

Angelo,
Posso ter me confundido, mas realmente a versão do Jeff é incomparável.
Assiste lá, Pava.

Pavarini disse...

pow... assisti e curti muuuito! =)

pena que ñ tem "embed" p/ postar num dos próximos sábados.

abs a todos.

Eliézer disse...

Não há nada tão bom que não possa ser arruinado.

O violino do Sr. Sandy, junto ao piano e ao back vocal da Nerita Pallot e a voz insosa da Maria Chiquinha formaram um trio de arrepiar o pêlo do nariz!

Pelo menos o Júnior, o punk de boutique, não abriu a boca e ficou dedilhando a guitarra alí na dele... já passou vergonha suficiente na vida com aquele arremendo de banda chamada "Mil e Um Anjos"...

Cristina Danuta disse...

Essa versão com o Jeff Buckley é lindíssima.
Pava, acho que essa aqui dá para postar http://www.youtube.com/watch?v=zDtnZcxAlOg

Abraços

Sandro Wagner disse...

A versão de Jeff Buckley barrou completamente a versão original do também genial Leonard Cohen!

Jeff Buckley cantava com melancolia, amor e saudade esta canção.

Já a gralha Sandy deveria cantar "Anátema"! hahahahahahaha

Blog Widget by LinkWithin