24.4.10

Biografia diz que Gandhi se banhava com jovens nuas e recebia massagens eróticas

Um novo livro que traz detalhes sobre a vida íntima de Mahatma Gandhi afirma que os votos de castidade não impediram o líder espiritual indiano de dormir com mulheres sem roupas e executar "experimentos sexuais bizarros", informou a agência de notícias France Presse.

O livro, chamado "Gandhi: Naked Ambition" (Gandhi: Ambição Nua) foi escrito pelo historiador britânico Jad Adams e mostra aspectos pouco abordados da sua vida pessoal. Segundo o autor, a postura de asceta que enfrentava o governo britânico pela resistência pacífica, desobediência civil e não-violência e da renúncia aos prazeres terrenos faz parte da imagem mítica de Gandhi mantida até hoje na Índia, onde ele é considerado uma fonte de orgulho nacional.

Alguns detalhes da posição de Gandhi com relação ao sexo eram conhecidas, pois ele já havia escrito sobre ter sentido nojo ao se relacionar com sua mulher Kasturba, então com 15 anos. Nos últimos anos de vida, ele chegou a proibir até discípulos casados de fazerem sexo e defendia um banho gelado para esfriar os ânimos.

O autor afirma que, ironicamente, a vida sexual de Gandhi esquentou após o voto de castidade. Ele se banharia frequentemente com jovens, recebia massagens de mulheres nuas e dormia com uma ou mais de suas seguidoras. Em alguns casos mulheres de discípulos que eram proibidas de dormir com os próprios maridos dividiam a cama com Gandhi, gerando protestos dos maridos.

Mesmo assim, o autor afirma que não há prova nenhuma de que o líder espiritual tinha sexo nessas ocasiões, mas afirma que mesmo que ele pode não ter tido uma vida sexual, é inegável que tinha uma vida sensual. Adams também defende que esses "jogos sexuais" podem ser interpretados como uma forma do líder mostrar sua resistência aos prazeres terrenos, mas que se tornaram um assunto obscuro após seu assassinato, quando ele se tornou um ícone.

fonte: Livraria da Folha

safadenho... :P

4 comentários:

Ingrid disse...

Se a moda pega por aqui, entre nossos "líderes", ai, ai, ai!!! hehehehe...

Se bem que pelo que percebo, o pecado da vez por aqui é o vil metal.

Gabriel Nagib disse...

Eu já era fã desse cara, agora então! Mas falando sério, há de se notar que Gandhi não era ocidental e precisamos entender sua relação com o sexo de acordo com sua cultura. E isso não desmerece suas mensagens e sua vida, de modo algum.

PriAliança disse...

Ooooown, um beijinho molhadjenho nesse sorrisinho séquici desdentado... #lol Por isso que ficou só na massagem e nos cochilos, movéi!

Diógenes SkauSURF disse...

E isso o tornaria menos admirável?

Creio que não... =)

Blog Widget by LinkWithin