30.4.10

Católicos contra protestantes ecumênicos


-----

-----
E o Brasil virou Belfast. A guerra religiosa promovida por católicos contra protestantes foi iniciada oficialmente em março com um post equivocado no blog do padre Joãozinho a respeito de uma declaração em vídeo da cantora protestante Ana Paula Valadão. O padre repetiu o boato de que Ana Paula havia profetizado a queda do catolicismo. Uma acusação falsa que logo foi esclarecida no blog do sacerdote após protestos contra a falta de acuracidade do padre.

Apesar disso o boato continuou. Constrangida com a perseguição injustificada, a cantora viu-se obrigada a posicionar-se sobre o assunto “ecumenismo”. Ela declarou, em entrevista, admiração pela religiosidade de alguns católicos e criticou o fato de muitos protestantes se considerarem proprietários de Deus.

A afirmação de uma das mais conhecidas cantoras protestantes do Brasil – Ana Paula Valadão tem cds com o selo da Som Livre – é uma demonstração clara de que o anti-catolicismo protestante vem perdendo lugar no País.

O fenômeno só não é mais surpreendente que a reação de alguns católicos: eles se levantaram contra Ana Paula e contra todos os que apoiam o discurso ecumênico que ela sustenta. Prova disso foi a discussão, via Twitter, entre o cantor católico Walmir Alencar (Ministério Adoração e Vida) e um seguidor.

Walmir foi agredido por declarar ouvir músicas do grupo Diante do Trono, do qual Ana Paula é integrante. Em resposta às agressões o cantor publicou, para seus 10.350 seguidores, no Twitter, as seguintes proposições pessoais:
-----

--------
Por que os católicos não deveriam se alegrar com a postura de Walmir e Ana Paula? Somente por grande incompreensão dos fatos é possível indignar-se com a postura ecumênica de ambos. Nenhum dos cantores quer mudar de Igreja e todos os dois se reconhecem como cristãos.

Acredito que Walmir, sendo um católico esclarecido, sabe que o protestantismo não pode alcançar a plenitude da Revelação sem se aniquilar. O protestantismo é um projeto falido que acreditando restaurar a fidelidade à Tradição cristã, se afasta mais e mais dessa Tradição. Isso provam as igrejas protestantes que aprovam métodos anticoncepcionais, aborto e uniões homossexuais, só para darmos exemplos recentes de corrupção religiosa.

É justamente para apresentar a plenitude da Revelação, missão do catolicismo, que o ecumenismo se propõe. Mas existem barreiras, como o forte ranço de anticatolicismo por parte dos protestantes, no Brasil. Ora, se os protestantes sequer reconhecem um católico como cristão, como poderão ouvir o que o catolicismo tem a dizer?

Sabendo disso, por que um católico impediria que a queda/diminuição desse anticatolicismo protestante avançasse? Não faz o menor sentido. Mas é justamente esse non sense o resultado de uma postura falsamente ortodoxa que usa de boatos (ou deixa-se usar por eles) para contaminar as possibilidades de um verdadeiro diálogo ecumênico.

Verdadeira ortodoxia tem muito a ver com sanidade. A falta dela é o que faz o modernismo e suas virtudes loucas, isoladas uma das outras. A condenação do protestantismo de Ana Paula não pode se confundir com uma condenação à Ana Paula e tornar tudo o que ela faz algo reprovável somente por sua adesão a uma fé que desconhece a verdadeira Tradição cristã.

Em nome da Verdade cristã não se pode fazer isso. Em nome de uma verdade enlouquecida, impiedosa, isolada da caridade e da esperança, sim. Mas isso não é ortodoxia e não serve nem para fazer um católico de uma tigela inteira.

Wagner Moura no O possível e o extraordinário

[E o feliz aqui achando que só eu tinha problemas com trolls]

8 comentários:

Kooler disse...

"O protestantismo é um projeto falido que acreditando restaurar a fidelidade à Tradição cristã, se afasta mais e mais dessa Tradição. Isso provam as igrejas protestantes que aprovam métodos anticoncepcionais, aborto e uniões homossexuais.." Ri disso

Charles Souza disse...

"A condenação do protestantismo de Ana Paula não pode se confundir com uma condenação à Ana Paula e tornar tudo o que ela faz algo reprovável somente por sua adesão a uma fé que desconhece a verdadeira Tradição cristã.

Em nome da Verdade cristã não se pode fazer isso. Em nome de uma verdade enlouquecida, impiedosa, isolada da caridade e da esperança, sim."

Achei isso mto legal!

Bom, gosto das musicas do DT, não porque são da Ana Paula, mas porque creio na inspiração divina que ela recebe para compor...pois se fosse tão falsa como alguns dizem...creio plenamente que Deus não deixaria que ela tivesse tanto ibope com o nome dele como ela tem tido.

joão thiago disse...

"O protestantismo é um projeto falido que acreditando restaurar a fidelidade à Tradição cristã, se afasta mais e mais dessa Tradição. Isso provam as igrejas protestantes que aprovam métodos anticoncepcionais, aborto e uniões homossexuais.."

Ri ainda mais...

Sou Protestante e da lista acima só concordo com os métodos anticoncepcionais...

Aliás, pesquisa não faz mal a ninguém. Ecumenismo sim, mas com respeito ao espaço de todos.

JT.

Anônimo disse...

Desde quando a Ana Paula Valadão é Protestante?

No máximo ela é Evangélica histórica, mas nem isso.

Ela é Pentecostal mesmmo.

Por que vocês não pesquisam sobre o que falam antes de falar?

Forever disse...

Bem sou protestante de uma igreja tradiconal pentecostal, concordo a frase "O protestantismo é um projeto falido que acreditando restaurar a fidelidade à Tradição cristã, se afasta mais e mais dessa Tradição. Isso provam as igrejas protestantes que aprovam métodos anticoncepcionais, aborto e uniões homossexuais.." exsitem atualmente igreja pra tudo e todos mas dizer que essas igrejas são protestantes é demais, hoje se proliferam igrejas como se proliferam bares nos bairros pobres de São Paulo, protestantismo tem ligação com a reforma, mas mesmo antes da reforma existiam grupos cristão legitimos como os anabatistas. Agora vincular ortodoxia ao catolicismo é uma falha grave já que nunca vi uma igreja pra mudar tanto suas doutrinas com o passar dos anos, comunhão dos santos ( oração a pessoas que já faleceram pedindo intercessão) veneração de maria (dizem que existe diferença entre adoração e veneração mas não se nota isso na maioria dos catolicos espalhados pelo Brasil) é só um exemplo que que foi adicionado depois de sua institucionalização.
wellington
well0209@gmail.com

Yukatan disse...

Uma das coisas mais medíocre e irracional é discutir sobre religião. Em minha opinião quando passamos a discutir sobre uma questão que é puramente subjetiva, deixa claro duas coisas, a incapacidade do ser humano respeitar o diferente, e a sua falta de fé, pois quer justificar a força aquilo que ele gostaria de ter e não tem, e encontra na imposição.

charles disse...

Que estupidez, Bach e Handel fizeram tantas músicas para uso na missa para os católicos, e o próprio Lutero tem um hino que é usado também pelos católicos...

E esse cara já leu Julio Severo na vida?

Marielen Cordeiro disse...

Isso é o que dá só pegar a Bíblia pra fazer musiquinha com o Antigo Testamento e não absorver a sabedoria que Deus nos estende através de sua Palavra... Ficam batendo tanto no "profetizo isso, profetizo aquilo", "declaro vitória" e mais uma carrada de jargões que perderam o sentido original... E o amor de Jesus se torna brinde nessa palhaçada toda... Vergonha...
Pava, lóviu! =)

Blog Widget by LinkWithin