3.4.10

Vergonha alheia (8)

Robinho aponta religião como justificativa do incidente em instituição de caridade

Continua a polêmica em torno do incidente em que boa parte do elenco do Santos preferiu ficar no ônibus do clube em vez de entrar no Lar Mensageiros da Luz, que atende pessoas portadoras de paralisia mental e de outras deficiências. Depois de o atacante Neymar reconhecer que errou e pedir desculpas por sua atitude, foi a vez de Robinho falar sobre o episódio.

Mas, ao contrário do jovem atacante, o jogador da seleção brasileira não se mostrou arrependido e apontou a questão religiosa como justificativa para que o grupo, formado pelo próprio Robinho, Léo, Roberto Brum, Fábio Costa, Marquinhos, André e Neymar, entre outros, não tenha participado do ato de solidariedade. Apenas 11 atletas contribuíram com a ação.

- Só ficamos sabendo quando chegamos ao local que se tratava de um ambiente espírita. Cada jogador tomou a atitude que achou conveniente, e acho que a religião de cada um precisa ser respeitada.

O capitão do time, em entrevista à TV Bandeirantes, ainda saiu em defesa de Roberto Brum e negou que a medida adotada pelo grupo tenha partido do volante, conhecido por suas convicções religiosas - o meio-campista é evangélico praticante, assim como outros atletas do elenco.

- Ninguém orientou a gente para que tomássemos essa atitude. Ela foi movida pela religiosidade de cada um. Por isso, posso garantir que não fomos pilhados pelo Brum nem por ninguém.

Irritado com a repercussão que o caso vem tomando, inclusive entre os próprios torcedores santistas, indignados com o fato, Robinho tentou minimizar o ocorrido.

- Não sou moleque e arco com as consequências dos meus atos. Só que isso não tem que virar polêmica.

fonte: R7
dica do Paulo Cassiano

este blog tem links de várias instituições mantidas por instituições católicas e espíritas. na verdade, sequer olho p/ saber se são vinculadas a algum tipo de credo.

com participação pífia no segmento assistencial, os evangélicos deveriam ao menos apoiar quem supre essa lacuna. a atitude tão-somente reflete o sectarismo e a intolerância vigentes no 1/2 do rebanho.

18 comentários:

Alexandre disse...

triste demais..... Qdo. foi que Cristo deixou de fazer o bem ao próximo em razão da "religião" deste?!!!!!

Bem se vê mesmo que os jogadores "religiosos" não entenderam NADA do espírito da Páscoa....

Eliézer disse...

Ah, o Robinho é crente? Então ele não estava numa orgia com o Wagner Love na Espanha, naquele vídeo que roda na internet com algumas "senhoritas" espanholas... estava somente em uma ação de evangelismo profundo... dando um chá de "pau-santo" nelas...

dado disse...

Realmente é uma vergonha alguem levar a palavra de Cristo dessa forma, pois Jesus veio ao mundo trazendo uma palavra de amor, de união. Ele quando caminhou entre nós, disse: "Vim para os necessitados", jamais separou ninguem de suas graças, tanto que ele arrebanhava seus seguidoresem varios locais, ate entre criminosos, assassinos, marginalizados, prostitutas, ENTÃO PORQUE USAR O SANTO NOME DE CRISTO PARA SEPARAR, DIVIDIR, DISCRIMINAR, pois se abaixo dessapele que nos cobre, somos iguais, temos as mesmas dores e alegrias? Vergonhoso uma pessoa de projeção mundial se apresentar dessa forma. Sugiro a este meu irmao estudar um pouco de filosofia, de historia das religioes e um pouco, também de amor ao proximo enquanto ele fica sentado nos bancos de onibus ou de sua igreja, talvez assim conheçao real sentido das palavras de Jesus Cristo.
Eu não sou evangelico, espírita, católico ou de qualquer outra religião, SOU SIM UMA PESSOA QUE ACREDITA EM DEUS, NO SEU AMOR PELO PRÓXIMO, SEJA ELE COMO FOR, FAÇA ELE O QUE FIZER, CREIA ELE NO QUE DESEJAR.

Ricardo Duarte disse...

Realmente, triste...masitriste ainda é saber que não sao os unicos...Lembro de ser pregado na minha igreja, "Não ajude instituiçoes de outras religiões..." Espero que sirva, pelo menos, pros super-cristãos abrirem os olhos.

carlota disse...

Eu não ligo pro futebol...mas tento me submeter ao Senhor. Aquele que pede não julgar, não discriminar, não fazer acepção de pessoas, aquele que veio salvar a raça humana, não apenas os de um só time...e sobre tudo aquele que ordenou amar ao próximo sem perguntar se tem carteirinha. As instituições espíritas demonstram o seu amor ao próximo cuidando de drogados, pobres, mulheres maltratadas, crianças... Isso os faz mais obedientes ao Senhor que muito crente domingueiro, e que muito crente próspero....
Que Deus tenha piedade de todos nós, amém.

Catiane disse...

Robinho & Cia ganha muito dinheiro, mas permanecem pobres de espírito e de conhecimento; desconhecem o significado da palavra 'religião' (do latim 'religare')e segregam em nome da fé.
É até engraçado ver q esses falsos seguidores de Cristo negam presentear pessoas carentes, mas presenteiam traficantes, participam de orgias e cometem o pecado da luxúria.
Alguém ainda não entende pq o Oriente Médio vive em pé de guerra? A palavra é INTOLERÂNCIA, Robinho.

Victor disse...

Em que dados você baseia a afirmação "Participação pífia dos evangelhos no segmento assistencial"???is

Pavarini disse...

espaço aberto p/ vc listar os grandes trabalhos sociais desenvolvidos por evangélicos, victor.

pode começar pelas 3 maiores denominações:

- assembleia de deus
- cristã do brasil
- universal

peça de propaganda intensa do marcelo crivella e fachada da ação social macediana, a fazenda canaã tem 10 anos e atende... 540 crianças. lembrando: estima-se que a igreja tenha cerca de 15 milhões de membros. no quesito social, bem flácidos.

Edson Bueno de Camargo disse...

Certa vez, minha irmã morrendo no hospital e necessitando de muito sangue, conseguimos fazer um posto de coleta na casa de meu pai, havia uma grande fila com muitas pessoas.
Quando chegou a notícia que minha irmã havia falecido, reuni as pessoas da fila, e avisei do acontecido, mas falei que aqueles que quisessem fazer a doação de sangue, este seria utilizado muito bem para outras pessoas. A fila manteve-se quase intacta, com exceção aos crentes da igreja de minha irmã. Os pecadores demonstraram mais caridade que os irmãos.

Victor disse...

Não é necessário que hajam trabalhos grandiosos ou renomados para que se diga que um grupo tem grande atuação em determinado campo. Ainda mais quando se fala da Igreja evangélica, que é composta por centenas de denominações independentes.

Conheço várias igrejas pequenas - algo que deve ser totalmente desconhecido pela maioria das pessoas que criticam os evangélicos, igrejas minúsculas compostas por pessoas que trabalham apenas para conseguir o que comer. Cujo o pastor, precisa trabalhar fora para conseguir seu sustento e todas as pessoas que trabalham na igreja fazem isso de graça. Provalvemente, muitos não conhecem esse tipo de igreja, construída em madeira, com telhado em brasilit e com alguns bancos de madeira...

Então, conheço essas pequenas igrejas que ajudam 5 ou 6 famílias. E existem muitas delas espalhadas pelo Brasil: Pará, Amazonas, Tocantins, Mato Grosso... Pois não esqueçam, Brasil não é só São Paulo e Igreja Evangélica, não é só a Universal... que a meu ver, não é igreja evangélica.

Ah, se quiser conhecer uma obra assistencial, veja essa: http://www.youtube.com/watch?v=duu0sy73M-s . Não tenho ligação, pois moro em Belém. Mas vou ajudá-los tbm...

http://www.livreser.org.br/

Esse é apenas um, de vários espalhados pelo Brasil...

Anônimo disse...

Pedala, Robinho!

Roberto disse...

Que novidade... aqui na minha cidade a maçonaria promove uma festa anual para arrecadar fundos para manter um asilo.

Imagina se algum crente vai...

Deprimente essa discriminação que os evangélicos demonstram.

Dá vontade de gritar a palavra do bom samaritano todo minuto a esse povo, que se considera salvo.

salisa disse...

E muito crente, vai perecer pela religiosidade.

ezequiel disse...

Victor, esse trabalho dessas pequenas igrejas é belíssimo... dão pouco, mas dão tudo que têm...

os espíritas são em menor numero q os evangelicos e mesmo assim existem muito mais casas de caridade deles q dos evangélicos.
é isso q o Pavarini tá falando.
dos evangélicos em geral...

essas pequenas igrejas sao exceções que deveriam ser regras.

widja soares disse...

O principio de que tudo se remete a educação é bem clara,consequentemente vem o respeito e outro adjectivos mais.

Diógenes SkauSURF disse...

Me sinto envergonhado, embora não fico surpreso.

Sou morador de Santos - embora não sou torcedor do time - não gosto de futebol, meu gramado são as ondas, surf é minha paixão. Conheço os bastidores do clube por ter amigos no meio jornalístico e conhecer alguns jogadores, membros da comissão técnica. Frequentava o CT do Santos em 2002, quando do sucesso daquele time fantástio que conquistou o Brasileirão em 2002.

Sempre achei que essas "celebridades" - salvo raríssimas excessões - acham "bonito" fazer pose de crente, de bom moço.

É Marcelinho Carioca usando faixa com a inscrição "Jesus" na cabeça, é a imbecialidade de fazer gol e levantar a camiseta ostentando alguma frase gospel (ou outra qualquer) bem na hora em que o patrocinador deveria aparecer - afinal quem paga o salário do time é ele.

Porque os jogadores não podem ter uma postura como a do Jorginho - grande lateral direito e que hoje é da comissão técnica e auxiliar do Dunga... seguir o exemplo do Edmilson, que cortava cana no interior de SP e nunca, NUNCA, ouvi seu nome em nenhum escândalo - muito pelo contrário: na minha Bíblia, eu marquei o seu nome no Salmo 37:5 (porque me lembro de tê-lo visto testemunhar sobre a sua confiança no Senhor baseado nessa passagem das Escrituras)...

POrque não seguem o exemplo de Jojó de Olivença, Dadá Figueiredo, Jair de Oliveira - grandes surfistas, meus amigos, que são cristãos, e que não envergonham o Evangelho fazendo asneiras...

Eu não sou um bom testemunho, admito. Já fui chamado de bêbado, de rebelde, aqui mesmo nesse blog.
Conheço a Bíblia de trás pra frente, cansei de ganhar gincanas bíblicas e ser conhecido como "estrelinha" dentro da igreja por conta da grande facilidade que sempre tive em manusear as Escrituras... mas como estou afastado... Gente, eu fico na minha.

Não quero posar de crente e servir de pedra de tropeço para ninguém. Para não ter de ouvir - como já ouvi: "O que? Ser crente é ser como o Diógenes? Prefiro continuar ateu e ir para o inferno do que ir para o Céu e encontrar o Diógenes por lá.

Me envergonho disso, tento mudar. Mas poderia posar de crentão e usar isso à meu favor, acumulando até dividendos e status no meio gospel - ao qual tenho nojo e que, definitivamente, não pertenço.

Repito, não sou exemplo pra ninguém... mas também não envergonho ninguém das nossas "fileiras".

Vergonha na cara não me falta. Luto todo dia pra que eu possa ser alguém melhor. Eu preciso da Graça de Cristo mais do que qualquer um que lê esse texto nesse momento.

Confesso que entre ir pra igreja num domingo ou pegar ondas, prefiro um zilhão de vezes pegar ondas.

Mas só eu e Ele sabemos o que se passa no meu coração e, quando eu oro, o que peço à Ele, o que penso sobre a vida, sobre o meu próximo.

As prostitutas me precederão no Reino. Não me engano, nem engano ninguém. Sei disso.

Será que esses meninos sabem? Creio que não. São mal-orientados e vítimas - muitas vezes, de pastores de porta de treino que os esperam avidamente, a fim de os levar para suas - supostas - igrejas - assim recolherem os polpudos 10% pertinentes ao seus bons salários.

Desculpem o desabafo, mas estou de saco cheio dessa patifaria gospel.

Que a Graça e a Misericórdia do Senhor faça morada em nossos corações e principalmente no meu, que é tão carente do Seu Amor.

Pavarini disse...

pow, me deixou emo-cionado, diógenes.

depois de suas palavras, resta lembrar somente que deus nunca despreza um coração contrito (sl 51.17).

big abraço

Anônimo disse...

Crentes que fazem orgia, com 10 mulheres para cada um e bebidas e sabe-se lá o que mais.É só fachada ser crente hoje em dia.

Blog Widget by LinkWithin