8.5.10

Prenúncios

A chaleira no fogão é prenúncio da caldeira na fábrica,

O lençol que balança no varal é prenúncio da vela que empurra o navio,

A teia de aranha suspensa entre duas paredes é prenúncio da ponte que ligará dois continentes,

O pensamento acalentado na alma é prenúncio da ação generosa,

A mágoa escondida no coração é prenúncio da vingança fatal,

A insatisfação regurgitada como ingratidão é prenúncio da ganância invejosa,

A fome de justiça é prenúncio do alvorecer do Reino de Deus.

Ricardo Gondim

3 comentários:

PriAliança disse...

Que o anjo da boca mole diga amém! Que coisa LINDA! Iluminou meu sábado!

mila disse...

Maravilhoso!

Anônimo disse...

Ai,palavras,ai,palavras,
Que estranha potência a
vossa !
Ai,palavras,ai,palavras
Sois de ventos,ides no vento,
No vento que não retorna,
E, em tão rápida existência,
Tudo se forma e transforma.
Cecília Meireles.
Muito bonito o que o Pastor
Ricardo escreveu.

Blog Widget by LinkWithin