8.11.09

Homem de Deus



Com João Alexandre num dos violões, Jorge Rehder canta Barnabé - Homem de Deus (Guilherme Kerr e Jorge Rehder) no Som do Céu 2009. Autor de + de 130 canções gravadas, incluindo sucessos como Da multidão e Rei das Nações, Rehder faleceu nesta madrugada.

6 comentários:

Will disse...

Uma grande perda. A grande esperança da igreja atual - para que volte aos princípios do genuíno evangelho -, está nas mentes, nos corações e nos lábios de poetas e profetas, que não se ajeitam, tampouco se satisfazem que um movimento cristão que se esvai pelo ralo da iniquidade. Muito mais do que protestar, cantar a genuidade das Escrituras Sagradas foi a grande missão do irmão Rehder. Eu conhecia algumas músicas, mas não sabia serem de sua autoria; passei a conhecê-lo - de ouvidos - na IBAB. Do pouco que ouvi sobre ele, imagino a sua contribuição para a pureza do evangelho.
Nós, os que aqui peregrinam, perdemos muito com a partida de nosso irmão Jorge Rehder, porém, o céu ganhou mais um estrela junto do Sol que é o nosso Senhor Jesus. Nas palavras do Reverendo Caio Fábio: o Céu está a cada dia mais interessante.

Alex Fajardo disse...

Matéria e foto que fiz do CD do Jorge Rehder em dezembro de 2008

http://tinyurl.com/5m2dgl

#poeta

Leone Lacerda disse...

Grande Erlon Lemos (http://www.myspace.com/erlonlemos) fazendo o back do lado esquerdo. Muito triste saber que esta grande geracao da musica crista nao recebe o credito que deveria.

Rui Elizeu disse...

Não o conhecia pessoalmente, mas conhecia o espírito de suas músicas e de sua mensagem, o evangelho puro e simples.
Deus continue sempre sendo exaltado e louvado, como o foi por Jorge Rehder.
Saudades, em toda a igreja.

Tito disse...

Jorge Rehder,nos ensinou a adorar cantando com letras que eram verdadeiras orações.Creio que cantando/orando,os sentimentos do Pai não aguentam e logo vira em nosso encontro.Jorge fêz isso cantando a Palavra.
Não perdemos Jorge,o Pai o levou para o lugar que Paulo disse que é incomparavelmente melhor.
abraço do tito , from brasília.

Carlos Eduardo disse...

Sempre gostei dessa música, porém não sabia quem a cantava.
De certa forma fico feliz por ter o prazer de ouvir essa música e conhecer o seu autor, mas por um outro, fico triste a saber que ele já se foi. Mas realmente sua herança está aí. Não apenas um, mas inúmeras obras musicais que ele deixou para posteridade.

Blog Widget by LinkWithin