27.12.09

Namorado crente não entende

Luciana Picorelli, Gata do Zorra Total tira roupa em ensaio e não avisa ao namorado. O ensaio para o site Paparazzo, feito sem ele saber, pode colocar o ponto final no relacionamento.

Madrinha da bateria da União da Ilha, Luciana Picorelli gosta tanto de carnaval que não se importa de perder o namorado por conta da folia. "Estamos brigados porque ele é evangélico e não entende que eu trabalhe com carnaval".

O ensaio para o site Paparazzo, feito sem ele saber, pode colocar o ponto final no relacionamento de seis meses. "Acho que ficarei solteira, de novo". Primeiro ensaio sensual da atriz do 'Zorra Total', ela agora negocia com uma revista masculina para posar nua. "Mas o dinheiro teria que dar para comprar uma casa na praia para a minha mãe, senão não faço".

Para quem não lembra da gata, ela sempre aparece em quadros do humorístico global com mini-biquinis. Ela não tem receio em tratar de sensualidade e diz que faz de tudo entre quatro paredes. "Não acredito nessa coisa de sedução. A mulher tem que ser ela mesma. Quando quero conquistar, demonsto meus sentimentos. Não sou orgulhosa e quando estou apaixonada, falo mesmo. Corro atrás, não faço joguinhos. Faço tudo o que tenho vontade e me sinta bem (dentro de um quarto, com alguém)".
fonte: Vooz

5 comentários:

CHICCO SAL disse...

Humm... e fora do carnaval, eles frequentavam qual igreja mesmo?

Essa estória me fez lembrar daquela canção do Gabriel Pensador - 'Ajoelhou tem que rezar'.

DodyRJ disse...

Eu vejo como uma das situações mais difíceis de serem resolvidas a contento. Eu não nasci em família evangélica e meu casamento foi o primeiro casamento evangélico que fui. Eu era de família umbandista, era praticante, mas não me sentia bem. Meu marido enfrentou muita luta, mas sua mãe sempre lhe dizia que Deus tinha um propósito para tudo. Casamos e durante alguns anos o choque espiritual foi sério. A divergência de costumes era enorme. Todo final de anos era uma briga enorme. Cada um querendo ir para lugares opostos, ele para o Culto de Vigília e eu, amarrada às minhas obrigações. Fraturou muito o casamento. Eu o acompanhava na Igreja, depois com os filhos, mas a minha conversão veio não por ele, mas pela absoluta Graça de Deus. O mais estranho é que depois que me tornei evangélica, renasci como pessoa e comecei a participar ativamente da Igreja, o meu marido se afastou! Quanto mais integrada na Igreja, mas contrariado ele ficava! E anos depois o casamento acabou!Hoje, passados vinte anos da separação, eu permaneço evangélica praticante - com um hiato de cinco anos, por não me sentir em comunhão plena em razão de um relacionamento errado - e ele não mais retornou à Igreja. Ele casou-se novamente, mas sua esposa e família são católicas e ele se afastou de vez. É complicado!

Danilo Fernandes disse...

Não entendi foi a surpresa dele... KKK

David Balotin disse...

ai eu pergunto, é melhor comer morango com todo mundo ou jiló sozinho?

brincadeiras a parte, eu tambem nao aprovaria, mas a tal moça ja fazia trabalhos muito parecidos em rede nacional (no zorra total) e se o rapaz nao queria tal comportamento, nao deveria nem ter começado a namorar com ela... provavelmente pensou apenas com a cabeça errada... não que eu seja melhor que ele... provavelmente teria cometido o mesmo erro... uiaiuhaihuhauiaua

Pires do Rio disse...

Mas a boazuda já fez diversos ensaios senxuais, vai no Google pro cê vê.

Blog Widget by LinkWithin