6.2.10

Diogo Mainardi afirma que a bossa nova brasileira é uma das piores do mundo

Mainardi acredita que a versão de O pato do cantor Rayamoana Iô-Iô, das ilhas Tuvalu, recupera toda a complexidade da música e sofisticação da letra. “João Gilberto estragou tudo", disse o polemista

RIO DE JANEIRO (infelizmente) – Ontem, durante o seu influente programa semanal de televisão, “Isto é um país?”, o jornalista e escritor Diogo Mainardi sustentou que a bossa nova brasileira é medíocre, previsível, dissonante, simplória, cafajeste e pobre de espírito. “Pra vocês terem uma idéia, a bossa nova da Lapônia é melhor do que a nossa, e olha que eles descobriram o gênero no mês passado”, disse o polemista moreno.

A tese vem se juntar a outras opiniões controversas de Mainardi. Há quinze dias, numa troca acalorada de idéias com o crítico Roberto Schwartz, Mainardi declarou que, em qualquer país um pouco mais sério, Machado de Assis não conseguiria emprego sequer de escriturário. “Nem vírgula ele acerta”. Carlos Drummond de Andrade também não escapou da crítica: “Essa história de ‘Tem uma pedra/Tem uma pedra/Tem uma pedra...’ desvia, porra!”

Arquitetos e historiadores aproveitaram o programa de ontem para fazer um protesto em frente à GLOBOSAT, emissora de “Isto é um país?” , em repúdio ao manifesto “As igrejas barrocas mineiras não são nem igrejas, nem barrocas e nem mineiras”, que Mainardi publicou há dias por uma pequena editora de Veneza. Mainardi enfrentou os manifestantes e deixou claro “que brasileiro protestando é pior do que musica clássica búlgara”.

Informações colhidas junto a funcionários da GLOBOSAT que não quiseram se identificar indicam que a direção da emissora ficou algo perplexa com as palavras que Mainardi usou para encerrar o programa: “Eu mesmo sou um péssimo Diogo Mainardi. Existem Diogos Mainardis muito melhores do que eu. É claro que nenhum deles jamais pôs os pés no Brasil.”

fonte: Piauí
dica do Moisés Gomes

atualização: este texto ficcional faz parte do blog pra lá de bem-humorado da revista. confira aqui.

12 comentários:

Guará Matos disse...

Posso não concordar com algumas coisas afirmadas por ele, porém, lhe concedo e defendo o direito de expressar sua opinião.
É atrevido, corajoso, independente e competente. Não lambe os pés do poder, não é "Maria vai com as outras" e não fica mudando de lado de acordo com as vantagens que possa receber.
Grato.
______
Vocês tem alguma coisa contra a visitar outros blogs e deixar comentários ou nós, simples mortais, estamos abaixo da escala intelectual para merecer vossas atenções?

Diógenes SkauSURF disse...

E ele quer exatamente isso: holofotes.

Patético esse cidadão. Queria ver ele sustentar essa marra toda se morasse numa favela...

blogdaleilahh disse...

Deixo aqui as mesmas palavras dele descritas hoje no site da Veja:
"Num momento como o nosso...somos atazanados por um bando de palpiteiros ensandecidos, que manifestam permanentemente os próprios pensamentos..."

Fabinho Silva disse...

Não vejo a hora do Mainardi virar Crente.

sandro alves disse...

assim é facíl Falar Uma Porrada de Merda sem Fazer Melhor Como Críticar é fácil (óia eu aqui criticando )Quero Ver Quando Vai Arregaçar AS Mangas E Fazer Algo pelo Brasil !!!! Parece Até Crtente !!!!!!!!!!!!!hdusuhauhashahsuahsuahsuahushashauhs

Cíntia Rojo disse...

Nossa...me espanta ter tanta gente "comentando os comentários" do Mainardi! Ele é um dos poucos na minha lista com os quais definitivamente não perco mais tempo :)

Junior disse...

Embora todas as afirmações do texto tenham a cara do Mainardi, esse texto é Ficção, uma brincadeira da revista Piauí, vejam - http://www.revistapiaui.com.br/herald/capa.aspx -
Portanto, não é correto e nem justo, atribuir a Mainardi o que ele não disse - ainda...rsrs

Anônimo disse...

É... Quem tem boca fala o que quer, mas as vezes poderia pensar antes de expressar alguma coisa!!! O Cara tá afim é de chamar atenção já que musicalmente não conheço absolutmente nada deste cidadão. Criticar o estilo musical bossa-nova reconhecido mudialmente por tantos músicos e que ninguém sabe fazer como os brasileiros é demais para os meus olhos e ouvidos... Acho que ele esqueceu que é brasileiro!!!

Marcos Elias / São Paulo

Daniel Franzolin disse...

Acho que ele tem problema em ser brasileiro e ainda de construir algo neste país. Ele deve ser um bom telespectador de big brother pela sua coerencia e boa argumentação.

armando brito chermont disse...

acho que está na hora de ignorarmos alguns comentarios deste senhor, eu inclusive não leio mais sua coluna na veja ,que também ja foi melhor. armando chermont

Edson Bueno de Camargo disse...

Pode até ser ficção, mas vindo do Diogo Mainardi, não duvido nada.

Este cidadão é um bolha, daqueles que atazanam a vida da mãe reclamando da mistura.

Anônimo disse...

Poxa, alguns Brasileiros ainda nao dao valor as coisas do Brasil? Eu pensei que este pessimo habito tinha acabado. Conheci recentemente um premiado escritor e professor de literatura Americano aqui no Texas, meu vizinho por sinal. Ele considera Machado de Assis o melhor escritor Latino de lingua portuguesa. Tom Jobim, Joao Gilberto e Vinicius sao adorados como semi-deuses aqui e na Europa. Mainard deveria lembrar tambem que Martin Scorcesse aprendeu a fazer filmes assistido os de Galuber Rocha. Eh como se diz uma velha cancao: "O Brasil nao conhece o Brasil"

Blog Widget by LinkWithin