16.3.10

Twitter trolla os trolls de Cristo

A Igreja Batista de Westboro é uma daquelas coisas que fazem a maioria dos americanos lamentar a Liberdade de Expressão. Eles são compostos de uma família, menos de 20 pessoas, comandadas por um louco chamado Fred Phelps. Eles sozinhos causam mais mal ao cristianismo organizado do que todos os escândalos envolvendo padres pedófilos.

Para situar, eles são o grupo que invade funerais de soldados, desfiles de moda e outros eventos de mídia com aqueles cartazes “Deus Odeia Bichas”, “Você Vai Para o Inferno”, “Obama = Satã”. Eles odeiam judeus, muçulmanos, católicos, outros protestantes, pentecostais e a você. Não, não sei de onde vem o “Batista” do nome deles mas estão longe, muito longe da igreja batista tradicional, uma das mais tolerantes entre as protestantes.

O alvo da semana da IBW foi… o Twitter. Anunciaram um protesto em frente à sede da empresa, pois eles acham que o pessoal que comanda o Twitter deveria usar a ferramenta para alertar o povo, avisando que todos estão condenados ao fogo do Inferno.

Problema é que além do filme da Igreja já estar mais que queimado (é comum gente passar por eles, de carro e jogar sacos com urina) e o protesto ser especialmente idiota, a sede do Twitter é em São Francisco, uma das cidades mais liberais dos EUA, tolerante até não poder mais com os mais variados estilos de vida.

O resultado é que dezenas de usuários fizeram um contra-protesto, fazendo o que trolls como o pessoal da Igreja Batista de Westboro mais odeia: Não os levando a sério. Surgiram vários cartazes, o pessoal soltou a imaginação, para desespero dos manifestantes “legítimos”:

No final das contas a manifestação durou meia-hora, foi o tempo de ficarem pês da vida com a atenção sendo roubada pelo pessoal zoando. Os membros da igreja juntaram seus cartazes odiosos, enfiaram a viola no saco e voltaram para o Texas.

Ironicamente Megan, uma das filhas de Fred Phelps, tem conta no Twitter.

Fonte e mais cartazes neste link.

Vi no Meio Bit.

3 comentários:

Gustavo K-fé disse...

A "igreja" de Westboro já teve inúmeras advertências de Batistas sérios a respeito do mau uso do nome "Batista" e de suas ações deploráveis.

Diógenes SkauSURF disse...

Eu sempre achei o tuíter (salvo o usado para fins de marketing e/ou correlatos) uma nerdice sem fim.

Me perdoe os militantes, mas acho de uma imbecilidade ímpar comunicar aos 4 ventos "gente, soltei um pum" ou "atravessei a rua. Um carro buzinou" e demais sandices.

Sinceramente, não há algo mais inteligente e produtivo que se pode fazer com poder de processamento, disponibilidade de banda larga e... tempo? (Além de disposição.)

E a notícia acima só corrobora meu pensamento e reafirma minha posição, com o agravante de ser "em nome de Cristo", o queme causa mais uma vez aquele nojo, e volta a vontade (hahaha) de usar uma frase ótima:

"NERD SÓ FAZ NERDICE"

P.V. disse...

OWNED!!!

Zoemos, todos então, as igrejocas e apostolecos. O espírito imundo não tolera ser motivo de chacota.

Blog Widget by LinkWithin